Seja bem vindo ao nosso guia de escalação! Aqui vamos ajudar você com algumas dicas para detonar no comando da sua equipe!

Vamos listar aqui uma série de sugestões e dicas para que entenda como avaliar bem os jogadores e as estratégias que levam você a vitória!
Leia com atenção para aproveitar ao máximo nossas dicas e adaptá-las ao seu estilo de jogo.

Primeiramente, vamos explicar como nossos jogadores são avaliados ou seja, como medimos suas pontuações ou seus Scouts.

Para Goleiros:

  • Gols defendidos
  • Gols sofridos
  • Jogos sem tomar gols
  • Gols feitos
  • Cartão amarelo
  • Cartão vermelho

Para Jogadores de linha:

  • Chutes a gol
  • Assistências
  • Roubadas de bola
  • Gols feitos
  • Cartão amarelo
  • Cartão vermelho

Tendo em mente esses dados, você entenderá como funciona a pontuação média dos jogadores no SportManager 365 e como é definido os seus salários e além disso, pode acompanhar o desempenho do jogador através de sua ‘média’ e identificar se o jogador está em uma crescente ou em má fase.

Lembrando que tentar escalar jogadores caros NÃO é garantia de se dar bem dentro do jogo! Deve-se fazer uma análise muito mais profunda do que esta, pois esta opção pode lhe custar todo seu orçamento, não conseguindo concluir assim o seu elenco.

A ideia deste artigo é justamente ajudar os jogadores, iniciantes ou não, a pensar estratégias melhores e avaliar melhor cada jogo e cada jogador dentro do SportManager 365.

Avalie as suas chances!

A primeira coisa que deve ser levada em conta é: “Quem joga?”.

Nossa estratégia deve começar a partir disso, pois assim devemos avaliar as rodadas em questão. Quais são os times mais fortes, os times em pior fase, quem são os jogadores com pontuações crescentes…

Tendo conhecimento da rodada, o segundo passo consiste em avaliar quem são os times favoritos e os times considerados mais fracos. Este método é o mais simples a principio, pois é uma maneira genérica de avaliação.

Escalação e esquema tático.

No SportManager 365 o esquema tático utilizado é o 4-4-2 e vamos explicar as vantagens deste esquema.

Por ser um esquema mais balanceado e equilibrado, abre margem para explorar posturas mais defensivas e ofensivas, de acordo com a avaliação das partidas.

O que NÃO fazer:

  • Escalar um atacante do time ‘A’ e o goleiro do time ‘B’: Essa é óbvia! O risco é alto de seu goleiro sofrer gols e puxar o score para baixo.
  • Não escale somente jogadores caros! Obviamente os jogadores mais badalados são os mais caros, porém os jogadores baratos podem salvar sua escalação em um jogo menos “visado”
  • Não escale muitos jogadores do mesmo time (salvo situações especificas)! Isso é um risco muito grande, se o time vai mal você também vai!
  • Evite focar seus times em apenas 2 jogos, se possível, quanto mais você diversificar suas possibilidades, melhores chances de ganhar!
  • Não escolha jogadores aleatoriamente! Em caso de poucos recursos, estude os jogadores e suas estatísticas, principalmente os jogadores menos visados!

Dicas úteis:

  • Tenha em mente sempre qual vai ser a sua mentalidade de jogo. É importante trabalhar esse pensamento de acordo com cada rodada. Se vai ser ofensivo, equilibrado ou defensivo.
  • Busque se informar! O jogo é fora de casa? O juiz tem tendência a marcar mais faltas e aplicar mais cartões? Afinal, cartões geram pontos negativos. A primeira vista parecem informações simples, mas são detalhes que fazem a diferença!
  • Converse com amigos! É a melhor maneira de entender como os outros jogadores pensam e desafiar seus amigos é sempre muito divertido!
  • Não deixe de checar os resultados e fazer as escalações! Se não ganhou na primeira, bora pra segunda! Perseverança é uma das chaves do sucesso!
  • Busque estatísticas em sites de aposta: Parece irrelevante mas o estudo estatístico feito nos sites de aposta trazem dados matemáticos que podem ajudar e ser muitos úteis na hora de avaliar os jogos da rodada! 
  • Levar em consideração o local do jogo: O fator torcida tem influência direta! Porém em algumas situações os mandantes dos jogos levam seu jogo para outras cidades, tornando assim “campo neutro” podendo afetar o resultado do jogo. 
  • Faça combos: Exemplo: jogos de pouca probabilidade de sofrer gols você pode escalar um zagueiro e um goleiro da mesma equipe, assim se você tem a chance de pontuar duas vezes por não ter levado gols. O mesmo serve para o ataque escalando um jogador com alto índice de assistências e um atacante marcador do mesmo time. 
  • Sempre fique atento aos números! Dizem que o futebol é uma caixinha de surpresas e de fato é, ele sempre nos surpreende porém as estatísticas são um guia, é um norte para quem quer chegar a vitória!

Analisando a rodada!

Este passo é o básico! O jogador deve fazer um levantamento dos jogos da rodada, assim ele terá uma idéia de quais times são favoritos, as condições de jogo, quem joga em casa e quem joga na casa do adversário e etc… Aparentemente são dados simples porém influenciam diretamente nos resultados dos jogos.

Fazer uma análise das rodadas anteriores também é uma boa estratégia para saber quais jogadores estão pendurados com cartões, foram expulsos ou se lesionaram (quando você escala seu jogador favorito e ele não joga é lamentável).

Analisando os elencos! 

Esta parte é fundamental e facilita muito o processo de escolha dos seus jogadores.

Todos os times possuem um “elenco base” que geralmente joga a maior parte das partidas, isto serve de indicador para que você possa escolher os jogadores que jogam com mais freqüência. 

A grande complicação desta parte é que os Fantasy Games estipulam um orçamento para que limite o jogador na hora de “contratar” seus jogadores.

Uma forma de administrar isso? Simples! Busque jogadores nos times menores e menos conhecidos! Depois de fazer uma análise da rodada provavelmente você vai encontrar jogos “menores” e às vezes são esses jogos que salvam a sua rodada. 

Dica de Ouro: Não deixe a paixão pelo seu clube do coração influenciar nas suas escolhas! Alguns jogadores deixam de escalar jogadores do time rival e isso pode significar preciosos pontos perdidos dentro do jogo! 

O esquema tático: 4-4-2

Isso pode ser utilizado pelo jogador de maneira estratégica de acordo com a mentalidade de jogo, vejamos um exemplo:

Nesta rodada teremos: Palmeiras x Novorizontino, Corinthians x Bragantino. 

Nosso treinador assumiu uma postura mais defensiva e na sua análise ele percebeu que o Palmeiras ganhou o primeiro jogo com uma ampla vantagem então apesar de jogar em casa ele pode escalar os jogadores defensivos pois o Palmeiras não precisa necessariamente buscar um resultado. Já o Corinthians perdeu por 3×2 para o Bragantino e como vai jogar em casa vai tomar uma postura ofensiva, então escalar jogadores ofensivos do Corinthians aumentam sua probabilidade de ter gols.  

Como zagueiros e laterais são tratados como defensores e armadores, volantes e alas são tratados como meias, você pode definir seu estilo de jogo de forma clara. Por exemplo, escalando 4 zagueiros em partidas que estatísticamente a chance de tomar gols são menores. 

Da mesma maneira você pode escalar 4 volantes ou 4 armadores dependendo das variáveis da rodada.

Esperamos ter ajudado vocês a terem uma visão um pouco mais ampla sobre este fantástico jogo!

Boa escalação!