Saiba quem são os 10 primeiros colocados da lista! Será que entrou brasileiro no ranking?

O técnico é uma das pessoas mais importantes por trás do sucesso de um time. Mesmo que o clube tenha uma equipe repleta de estrelas, o mérito não é somente aos jogadores.

A Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) elegeu os 130 melhores treinadores de todos os tempos.

Segue abaixo os 10 primeiros nomes da lista:

1º – Sir Alex Ferguson

“Sir” Alex Ferguson, é um ex-treinador e ex-jogador de futebol escocês. É o treinador que obteve mais vitórias da história do futebol inglês e amplamente considerado o maior técnico de todos os tempos. Em 39 anos de carreira como técnico, Ferguson ganhou incríveis 49 títulos.

Comandou o Manchester United de 1986 até 2013. Nos 26 anos que Ferguson treinou o Manchester United, conquistou 38 títulos se tornando o treinadores com mais jogos a frente dos Reds Devils tornando-se referência entre os técnicos.

Em 1999, tornou-se o primeiro treinador de uma equipe inglesa a ganhar a tríplice coroa, vencendo a Premier League, FA Cup e UEFA Champions League na mesma temporada. No mesmo ano, foi agraciado pela Rainha da Inglaterra com o título de “Sir”.

2º – Marcelo Lippi

Marcello Lippi é um técnico e ex jogador de futebol italiano. Foi o técnico da Seleção Italiana de Futebol (campeã da Copa do Mundo da Alemanha em 2006). Atualmente é treinador da Seleção Chinesa.

Foi treinador da Seleção Italiana de Futebol em 2004. Seu nome foi indicado pela imprensa e pela torcida, devido ao excelente trabalho desenvolvido nos dois períodos em que treinou a Juventus, onde ficou conhecido por levar uma equipe que vivia à sombra do Milan a voltar aos dias de glória, conquistando vários Campeonatos Italianos e era presença constante na UEFA Champions League.

3º-   Arsène Wenger

Arsène Wenger, é um treinador de futebol, economista e ex-ogador francês. É treinador do Arsenal desde 1996.

Arsène não gosta de contratar estrelas, prefere contratar jogadores jovens, geralmente antes dos 20 anos de idade e “moldá-los” ao longo de suas carreiras. Possui um elenco muito jovem e de muita qualidade no Arsenal. Dos técnicos desta lista, junto com Sir Alex Fergunson, Wegner foi o segundo técnico mais longevo.

Mais do que um grande estrategista, o “treinador cavalheiro”, a quem o futebol inglês atribuiu o prêmio fair-play em 1998, tem a capacidade de transmitir força mental às equipes que treina. É essa qualidade que a maioria dos seus jogadores gosta de citar quando se lhes pede que tracem o seu perfil.

4º – Guus Hiddink

Guus Hiddink é um ex-futebolista e treinador de futebol neerlandês.

Foi treinador do PSV Eindhoven entre 2002 e 2006, é reconhecido principalmente por ter levado a Coreia do Sul ao quarto lugar na Copa do Mundo de 2002, tendo alcançado a mesma colocação com a Holanda na Copa de 1998.

Hiddink começou a carreira como assistente técnico no De Graafschap, já em 1983 exerceu a mesma função no PSV Eindhoven onde foi promovido a técnico efetivo em março de 1987. Como técnico do PSV, conquistou a primeira Liga dos Campeões da UEFA da história do time de Eindhoven logo na edição de 1987-1988, colocando o clube entre as potências do futebol na Holanda. Entre 1987 e 1989 ganhou os três títulos que disputou com o clube na Eredivisie.

Ao sair do PSV, dirigiu brevemente o clube turco do Fenerbahçe em 1990, mas logo saiu, assumindo em seguida o Valencia, da Espanha.

5º – José Mourinho

José Mourinho é um treinador de futebol português. Treina atualmente o Manchester United.

Em Janeiro de 2011, foi eleito pela FIFA o melhor treinador do mundo, relativamente à época de 2010.

Nos anos 90, Mourinho estava no Estrela da Amadora (como preparador físico) e no Vitória de Setúbal. Em meados da década, foi contratado para trabalhar com o técnico inglês Bobby Robson, no Sporting Clube de Portugal. Mantém-se como braço direito do treinador inglês até migrar para o FC Porto e, mais tarde, para o Barcelona.

Torna-se um conhecedor do futebol espanhol e, quando Robson sai para o PSV, Mourinho permanece na Catalunha com o neerlandês Louis Van Gaal.
É reconhecido entre os técnicos como um treinador rígido, o que lhe custou a fama de encrencar com os jogadores, porém é admirado por vários de seus pupilos.

Foi distinguido pela UEFA, através de uma votação online , como o melhor treinador europeu no ano de 2003.

Após a vitória do FC Porto na Liga dos Campeões disputada em 2004, José Mourinho deixou o FC Porto para ir treinar os ingleses do Chelsea FC. Após alcançar um grande sucesso em Inglaterra, ao tornar aquele clube num dos mais importantes do país, o treinador português e o clube londrino chegaram, em setembro de 2007, a um acordo de rescisão.

Em 2006, numa votação via Internet promovida pela UEFA, José Mourinho foi eleito o melhor treinador do ano de 2005.

6º – Ottmar Hitzfeld

Ottmar Hitzfeld é um ex-treinador e ex-futebolista alemão. Seu último trabalho foi orientar a Seleção Suíça na Euro de 2012 e nas Copas do Mundo de 2010 e 2014. Possui vários títulos importantes na sua carreira que durou mais de 30 anos como 2 Liga dos Campeões da UEFA e 7 Campeonato Alemão.

Hitzfeld foi eleito o melhor treinador do ano por duas vezes 1997 e 2001. Ele é um dos cinco treinadores que já venceram a Liga dos Campeões da UEFA por dois clubes diferentes, junto com Ernst Happel, José Mourinho, Jupp Heynckes e Carlo Ancelotti.

7º – Marcelo Bielsa

Marcelo Bielsa, é um treinador e ex-futebolista argentino. Atualmente é treinador do Lille.

Em 1998 foi convidado a treinar a seleção argentina depois de um período de quatro anos no comando de Daniel Passarella. Nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 a Argentina foi a 1ª colocada e se classificou com folga para copa. Mas na copa a Argentina decepcionou, sendo eliminada na primeira fase. Depois disso os Albicelestes foram vice-campeões na Copa América 2004 e medalha de ouro nas Olimpíadas de 2004.

Com surpresa, Bielsa decidiu abandonar o seu cargo no final de 2004 alegando questões pessoais, mesmo tendo conquistado pouco tempo antes a medalha de ouro. José Pekerman assumiu a seleção argentina.

Em 2007 foi contratado para técnico da seleção do Chile fazendo uma bela estruturação e campanha para conquistar a vaga na Copa do Mundo de 2010. Em 2011, após deixar o comando da Seleção Chilena, assumiu o Athletic Bilbao, da Espanha. Depois de uma temporada 2011-12 muito positiva, na qual a equipe conquistou o vice-campeonato da Liga Europa e da Copa do Rei, não conseguiu repetir os mesmos resultados na temporada seguinte e em 7 de junho, após muitas especulações, deixou o comando do time basco.

Em Maio de 2014 assumiu o comando do Olympique de Marseille por dois anos de contrato. Porém em 2015, se demitiu.

Em Julho de 2016, foi confirmado como novo treinador da Lazio. Entretanto, desistiu de comandar a equipe apenas dois dias após ser anunciado pelo clube.

8º-    Sven-Göran Eriksson

Treinador sueco. Eriksson foi jogador de futebol, antes de se dedicar a ser técnico. No clube português Benfica, onde atingiu a final da Taça UEFA e da Liga dos Campeões, ganhou três campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal bem como uma Supertaça Cândido de Oliveira. Na Itália, treinou a AS Roma, a Fiorentina e o Lazio, onde ganhou a Taça das Taças.

Foi o treinador da seleção inglesa de 2001 até a final da participação da equipe na Copa do Mundo de 2006 . Em junho de 2008 deixou o cargo de treinador do Manchester City FC para treinar a Seleção Mexicana de Futebol. Em 2009, Eriksson foi dispensado da seleção do México. Em Julho, foi anunciado como diretor para o futebol do Notts County, da League Two, a Quarta Divisão do futebol da Inglaterra. Mas em março de 2010, Eriksson foi anunciado como o novo treinador da Seleção da Costa do Marfim. Esta foi a terceira Copa do Mundo dele, que já havia treinado a Seleção da Inglaterra nas Copas de 2002 e 2006, e que acabou eliminado na primeira fase na África do Sul. esteve após o fracasso na Copa do Mundo, Eriksson acertou com o Leicester City, da segunda divisão inglesa, um contrato de dois anos.

Esteve em 2013, como coordenador técnico do Al-Nasr, do Emirados Árabes. ficando pouco tempo nesse cargo e clube pois em junho do mesmo ano, foi anunciado como o novo treinador do Guangzhou R&F.

No final de 2014, foi contratado pelo chinês Shanghai SIPG, em nova fase milionária do clube. Ficou até novembro de 2016, onde levou a equipe ao vice-campeonato da Super Liga de 2015 e a sua primeira competição internacional (Liga dos Campeões da AFC de 2016). Na Super Liga de 2016 deixou a equipe na terceira colocação, porém não alcançou o objetivo de chegar a final da Liga dos Campeões, e foi substituído no fim da temporada pelo português André Villas-Boas. No time do oriente foram 76 jogos, 42 vitórias, 19 empates e 15 derrotas.

9º – Luiz Felipe Scolari

Também conhecido como Felipão é um ex-futebolista e atual treinador brasileiro, que atuava como zagueiro. Atualmente treina o Guangzhou Evergrande, da China sendo um dos técnicos que mais ganharam títulos no mundo, apesar do fiasco do 7×1, sua competência é inegável.

Foi campeão do mundo de futebol como técnico da Seleção Brasileira em 2002 na Copa do Mundo do Japão e Coreia do Sul. Entre os clubes que treinou, teve importantes e vitoriosas passagens por Grêmio e Palmeiras, com os quais conquistou a Copa Libertadores da América. Em 2013, foi campeão da Copa das Confederações pela Seleção Brasileira.

10º – Frank Rijkaard

Frank é um ex-jogador e ex-treinador de futebol neerlandês.

Um dos grandes craques da década de 1980.

Natural de Amsterdã, começou sua carreira nas categorias de base do Ajax. Após pendurar as chuteiras, o craque holandês da Copa de 1974 tornou-se treinador.

Na área técnica, o ex-jogador se destacou muito à frente do Barcelona, entre 2003 e 2008, quando venceu uma vez a Liga dos Campeões, duas vezes o Campeonato Espanhol e fez a equipe catalã retomar o futebol ofensivo.

Em 2013, deixou o cargo de comandante da Seleção da Arábia Saudita.

E aí, concorda com a lista? Deixe nos comentários!

 

Fontes:

http://www.iffhs.de.

http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2016/10/lippi-assume-china-e-se-torna-o-tecnico-mais-bem-pago-do-mundo.html

http://www.espnfc.com/story/3195339/arsenal-manager-arsene-wenger-i-will-return-for-monacos-thomas-lemar

https://www.infopedia.pt/$sven-goran-eriksson

https://www.infopedia.pt/$jose-mourinho

https://www.transfermarkt.pt/ottmar-hitzfeld/profil/trainer/92

http://tudo-sobre.estadao.com.br/luiz-felipe-scolari

http://terceirotempo.bol.uol.com.br/que-fim-levou/frank-rijkaard-5911

https://www.theguardian.com/football/guus-hiddink