O ‘beach soccer’ ou muitas vezes chamado de ‘futebol de areia’, é uma modalidade do futebol que é jogada na praia ou areia.

É uma modalidade bem recente, datando de 1992 a sua institucionalização em sua forma atual, mas já é praticada há muitas décadas como outra alternativa de lazer.

História e trajetória do Beach Soccer

O beach soccer, em sua forma que conhecemos hoje, começou a ser disputado em 1992, quando as regras do jogo foram criadas através de um torneio-exibição organizado pela TV Globo e a produtora de eventos esportivos Koch Tavares. No evento, ex-jogadores do futebol de campo estavam presentes: o lateral-esquerdo Junior e os atacantes Cláudio Adão e Zico.

Em uma versão 11/11 (onze contra onze), com as regras usuais, ele era praticado nas praias brasileiras pelo menos desde os anos 1930. Na década de 60, houveram campeonatos organizados em Santos e no Rio de Janeiro e até mesmo um campeonato brasileiro de seleções. Mas esse gosto pela prática de futebol na areia, ou na praia, é bem antigo. Também nos anos 60, em Portugal, recuando, pelo menos à década de 30 do século 20.

Em 1993, foi organizado o primeiro campeonato profissional em Miami Beach, com as equipes de Brasil, EUA, Itália e Argentina. O Brasil venceu o campeonato.

Em Abril de 1994, em Copacabana, no Rio de Janeiro, houve o primeiro evento de futebol de praia transmitido pela televisão. Em 1995, a primeira Copa do Mundo de Futebol de Areia foi sediada no mesmo local. O campeão foi o Brasil (sempre, né?!), país-sede, que se tornou o primeiro campeão mundial de futebol de areia.

O evento teve tanto sucesso que, os organizadores desenvolveram o jogo e se preocuparam então em divulgá-lo mundo afora. Desse jeito então a Pro Beach Soccer Tour foi criada, com 60 jogos em dois anos pela América do Sul, Europa, Ásia e nos EUA, atraindo grandes nomes para a areia. O interesse gerado pelo tour na Europa levou à criação da Liga Europeia de Futebol de Praia.

Em 1998, a Liga Europeia e a Taça da Europa de Futebol de Praia prosperaram. A Alemanha conquistou a primeira edição da Liga Europeia, enquanto Portugal venceu a primeira Taça da Europa. As seleções que mais se destacaram nessas competições foram Portugal, Espanha, França e Itália, mas, nos últimos anos, têm surgido novas seleções muito fortes, como a Suíça, a Polônia, a Ucrânia ou a Rússia.

Em 2004, a FIFA, vendo o crescimento e potencial do esporte, acabou decidindo que seria o órgão internacional responsável pelo Futebol de Areia também, e, em Maio de 2005, a ela reconheceu o beach soccer como modalidade oficial de futebol, passando a organizar desde então a Copa do Mundo de Beach Soccer que de 2005 até 2009 era um campeonato anual e depois de 2009 passou a ser a cada dois anos. Foi em 2005 também que ela organizou a primeira Copa do Mundo de Futebol de Areia, com sede mais uma vez na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, que acabou com o triunfo da França.

Futebol de areia

Detalhes de ‘campo’

O beach soccer é praticado num campo com no mínimo 40 cm de profundidade, e entre 35 e 37 m de comprimento por entre 26 e 28 m de largura. Os gols tem 2,50m de altura por 5,45m de extensão.

A linha do meio de campo é demarcada por dois postes com bandeiras vermelhas. A 9 metros de distância da linha do gol, uma linha imaginária (marcada desta vez por postes com bandeiras amarelas) indicam a área de pênalti e portanto a marca onde as penalidades devem ser cobradas (na parte central desta linha).

E, assim como no futsal, existe uma área para substituições ao longo da linha lateral.

Apesar de ter o mesmo tamanho de uma bola de futebol normal (entre 68 e 70 cm), a bola do beach soccer é consideravelmente mais leve. Pesando de 400 a 440 gramas.

Regras

Uma partida do beach soccer é jogada entre dois times de quatro jogadores de linha, e um goleiro. Cinco jogadores adicionais são permitidos no banco de reservas. Igual ao futsal, um número ilimitado de substituições (incluindo os goleiros) pode ser realizado em qualquer momento do jogo. Não é permitido jogar com nenhum tipo de calçado.

O goleiro pode agarrar a bola dentro de sua área e tem permissão de usar luvas e traje adequado.

Cada partida tem dois árbitros, ambos com igual autoridade para aplicar as leis do jogo.Um terceiro árbitro e um responsável pela marcação do tempo ficam sentados na mesa de tempo, que fica na linha de meio de campo, ao mesmo lado da área de substituição.

As partidas possuem três períodos iguais de 12 minutos de bola rolando. O tempo é parado quando um gol é marcado, quando o juiz apita uma falta ou tiro livre direto, ou quando um time tenta fazer cera (do ponto de vista dos árbitros). Há um intervalo de 3 minutos entre cada período.

Caso a partida empate,três minutos de prorrogação devem ser disputados, seguido de uma disputa por pênaltis (se for necessário).

A bola deve ser colocada de volta em jogo seja por arremesso ou por chute de um companheiro de time. Goleiros podem apenas recomeçar o jogo com as mãos.

Tiros diretos, indiretos e livres

Não existem tiros indiretos no futebol de areia. Todos os tiros livres são diretos e chutados do lugar onde a falta foi cometida, ou da linha de meio-campo (para certas ofensas como cera na área, um 2º atraso para o goleiro na mesma jogada, um goleiro recomeçar o jogo chutando a bola, etc.). Um pênalti é marcado se a falta é cometida dentro da área de pênalti.

Barreiras não são permitidas nos tiros diretos. O tiro livre é sempre batido pelo jogador que sofreu a falta, exceto se este estiver lesionado. Se verificar uma das ofensas atrás referidas, a equipe pode escolher um jogador para marcar o livre. Na falta que for cometida em seu próprio campo, todos os outros jogadores que não o cobrador devem permanecer pelo menos a cinco metros da bola, mas não diretamente entre a bola e o gol. Se a falta foi cometida no campo de ataque, todos os jogadores deve permanecer atrás da bola.

Cartões

Faltas duras = cartão amarelo

Faltas graves (ou segundo cartão amarelo) = o jogador será punido com um cartão vermelho e deve retornar ao balneário imediatamente. Após dois minutos de inferioridade numérica, o time desse jogador pode colocar um novo jogador. 

Depois dessas curiosidades acima dá até uma vontade de ir pra praia e jogar, né? Só lembrem de passar muito protetor solar e beber muita água!

Fontes:

Futebol de Praia nos Anos 30

História do Futebol de Praia

http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/educacao-fisica/futebol-areia.htm