Vem ver o que os técnicos moderninhos costumam usar para auxiliá-los em campo!

As bugigangas dos técnicos moderninhos incluem rádios, câmeras, computadores portáteis e até alguns recursos mais polêmicos, como pontos eletrônicos e microfones “espiões”. Toda essa tranqueira é capaz de produzir estatísticas, informações exclusivas e cenas que podem ajudar a melhorar o desempenho da equipe quando a bola ainda está rolando.

Por exemplo, vamos supor, que no primeiro tempo de uma partida um cinegrafista contratado pelo time consiga captar detalhes exclusivos do jogo.

Em um computador, as imagens são rapidamente editadas logo mais projetadas, junto com as estatísticas feitas pelos auxiliares, em um telão instalado no vestiário. Com essa ajudinha eletrônica, o técnico tenta mostrar e corrigir as principais falhas do time no intervalo do jogo 

Cada vez mais, os clubes levam mais a sério as inovações, pois afinal, o jogo é como uma guerra, e todas as ferramentas possíveis são necessárias para vencer essa batalha!

TV

Recursos de TV entram em campo para dar uma ajudinha básica.

Rádio

Usado por nove entre dez técnicos inovadores, o rádio permite conversas do técnico com um auxiliar, que vê a partida da arquibancada. Para fugir da espionagem, o aparelho precisa de uma placa misturadora de voz, evitando que o sinal seja captado por outro rádio.

Estatística Eletrônica

Enquanto a bola rola, um auxiliar prepara estatísticas em um computador portátil com os principais dados dos jogadores, como chutes a gol, número de faltas e passes errados. Durante a partida, esses números ajudam o técnico a corrigir erros e a armar melhor a equipe.

Aquela espiadinha

Alguns clubes usam câmeras para captar imagens com ângulos e enquadramentos diferentes dos usados pelas equipes de televisão. Em geral, os câmeras ficam nas arquibancadas buscando planos abertos, mas podem focar apenas um jogador ou parte do campo.

Ponto Eletrônico

Lembra da polêmica no Paulistão de 2001, que o então corintiano Ricardinho ouviu instruções do técnico Luxemburgo por um ponto eletrônico? A FIFA proibiu a novidade, mas, há alguns meses, uma equipe belga repetiu a dose. Para surpresa de todos, a iniciativa foi elogiada pela Uefa, órgão máximo do futebol europeu.

Microfone espião

Ninguém nunca admite em público, mas, caso você tenha um bom microfone direcional instalado no banco de reservas, dá para captar direitinho as instruções do técnico adversário do outro lado do campo. Afinal, isso pode ou não pode? Até agora, a FIFA não deu o veredicto final sobre o assunto

De quebra, confira algumas dicas para você que quer ser técnico de futebol:

1- Aumente a sua rede de contatos

Fique ligado e comece a procurar profissionais da sua área e mantenha contato com eles. Mantenha esses contatos seja no mercado de emprego, no mundo financeiro ou no meio social, pois ninguém vai longe sozinho. Tente conhecer os treinadores profissionais e todos os colegas de profissão, sempre escute o que eles tem a dizer e siga os seus conselhos. Seja ligado ao futebol ou não, pois todos os conselhos serão importantes. O seu conhecimento levará ao seu reconhecimento.

2- Compre livros e revistas de futebol

Obviamente que, quando você for procurar conhecer profissionais da área, não conseguirá chegar perto de todos eles e nem mesmo ser aceito por todos. Procure livros de organização tática, e conselhos dos melhores treinadores do mundo. Não terá o prazer de os conhecer pessoalmente, mas pelo menos aprenderá com eles, que é muito importante. Valerá sempre a pena.

3- Procure lugares, sitese fóruns de discussão

Existem vários locais onde você pode discutir futebol, e aprender ao mesmo tempo. Sejam sites, palestras de professores e treinadores, blogs, fóruns online e grupos de estudo são bem melhores do que as típicas conversas de café. Procure comunidade com colegas de profissão que desenvolvem variadas temáticas relacionadas com futebol e bom aprendizado!

4- Pratique o seu conhecimento

Como é óbvio, não basta apenas ler um texto ou artigo ou ouvir a palestra de um profissional para ser o melhor treinador do mundo. Mesmo os melhores treinadores do mundo não atingiram esse patamar sem prática. Pegue em papel e uma caneta, e escreva tudo o que aprendeu e procure aprender cada vez mais. Desenhe os próprios exercícios e escreva sobre a sua forma de pensar e filosofia. Tire pelo menos uns vinte minutos do seu dia para se dedicar a esta tarefa. Rapidinho você vai ver surgirão sempre novas ideias.

5- Mostre que é capaz

Nenhum treinador guarda o conhecimento só para si, com medo de ser ultrapassado. Se o fizer perante a sua equipe, não estará realmente treinando-a, e o time não vai render. Observe jogos e faça relatórios. Faça os relatórios num caderno da seguinte maneira: para uma equipe escreva de um lado, e para a segunda equipe, escreva do outro lado.

Escreva tudo o que vê na partida, e depois faça seu relatório final. Publique o seu relatório na web e receba comentários que lhe vão dar uma energia extra para continuar.

6- Treine, treine, treine

Um dos melhores caminhos para desenvolver o seu conhecimento é através da elaboração de exercícios. Não há pessoas mais inteligentes do que aquelas capazes de inventar jogos. Um treinador só será capaz de inventar bons exercícios se realmente tiver conhecimento tático. Peça a ajuda de alguém experiente e evolua.

7- Persista

Qualquer pessoa deve se aplicar ao máximo se sonha em chegar o mais longe possível. Sem dedicação pode até aprender muita coisa sobre futebol, mas certamente não vai chegar muito longe…

Continue sonhando, se dedicando,trançando objetivos e sobretudo sendo otimista. Procure aprender mais, procure algo que ainda não sabe e aprofunde também tudo o que já sabe.

Fontes:

http://www.espn.com.br/noticia/579800_ricardinho-lembra-gafe-de-luxemburgo-com-polemico-ponto-eletronico-no-paulista-de-2001