Seguimos aqui com a nossa análise da situação das equipes que no momento estão em situação crítica no Brasileirão faltando 10 rodadas para o fim do campeonato.



Chapecoense

19ª posição – 18 pontos

Aqui começa talvez a parte mais crítica da tabela no Brasileirão 2019 considerando que a diferença entre a chape e o primeiro time fora da zona de rebaixamento é de 11 pontos, além de 5 vitórias a mais do Fluminense, atualmente na 16ª posição (primeira fora da zona de rebaixamento).

Na última rodada a Chapecoense conquistou um empate em pleno Maracanã contra o Fluminense, concorrente direto contra o rebaixamento. Por um lado se este ponto deve ser comemorado, dada a dificuldade da partida, aumenta ainda mais a agonia do time de Chapecó.

E tudo indica que esta agonia será prolongada devido a agenda da chape que enfrenta o Atlético MG em Belo Horizonte e o retrospecto não ajuda em nada.

A Chape tem três partidas importantíssimas até o final do campeonato: Avaí (atual último colocado), CSA e Ceará (essas duas em casa) que são concorrentes diretos para a degola. Para isto a Chape deve reverter números bem complicados sendo que seu aproveitamento é apenas de 21,4% com um elenco que sofre, sendo a pior defesa do campeonato com 43 gols tomados.

Chance de rebaixamento: 99.08%*

AvaÍ

20ª posição – 17 pontos

Amargurando a última posição temos o Avaí de Florianópolis e em uma situação tão dramática quanto a da Chapecoense.

Dado como praticamente rebaixado, o Avaí perdeu em casa por 2×1 para o Palmeiras, em uma partida sob forte chuva e polêmica, devido a 2 pênaltis marcantes na partida.

O próximo compromisso é contra o Fortaleza em casa e se o time catarinense tem alguma pretensão de permanecer na série A do Brasileirão, não tem outra opção além da vitória.

A sequência do Avaí incluí 3 times que lutam para não cair: Cruzeiro (fora), Chapecoense (casa) e Fluminense (casa). Porém a equipe também enfrentara o Santos, que luta no topo da tabela e o Flamengo que em ocasião poderá já jogar como campeão Brasileiro.

Possuí a segunda pior defesa do campeonato com 42 gols (apenas 1 amenos que a Chapecoense) e de longe o pior ataque com 14 gols (4 a menos que o CSA). Outro fator dificultador são os números de vitória que acumulam apenas 3 empatado com a Chapecoense.

Chance de rebaixamento: 99.73%*

*As estatísticas são obtidas diretamente do site do Departamento de Matemática da UFMG

Quem você acha que vai surpreender na briga pela permanência na Série A? Conta para a gente nos comentários! E não deixe de escalar seu time nas emocionantes rodadas do Brasileirão!