Boca Juniors e River Plate se enfrentaram ontem (01/010), no Monumental de Núñez, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores da América. Quem levou a melhor foi o River, que agora pode perder a partida por até um gol de diferença e conseguir a classificação. Veja as estatísticas!

O Superclássico

Diferente do que estamos acostumados, um jogo páreo entre os dois arquirrivais, o primeiro jogo da semifinal da Libertadores mostrou um River Plate muito superior ao Boca Juniors.

Logo nos minutos iniciais da partida, o River teve um pênalti marcado a seu favor depois do árbitro brasileiro, Raphael Claus, verificar a irregularidade no VAR. Após a checagem, o juiz entendeu que a entrada de Más em Borré foi muito agressiva e, por isso, marcou o pênalti. O próprio atacante cobrou e fez o primeiro para Los Millionarios

O time de Gallardo jogou muito bem, ocupou os espaços e pressionou muito o adversário, mas não conseguiu ampliar no primeiro tempo. O Boca abusou dos chutões de fora da área na esperança de conseguir criar uma chance e até teve uma oportunidade com Capaldo, que depois do passe de Ábila, chutou por cima do gol.

No segundo tempo o Boca continuou com pouca inspiração e por isso, os minutos iniciais da segunda etapa foram um pouco apáticos, porém depois disso vimos um jogo de ataque contra defesa.

Esteban Andrada foi muito requisitado e impediu que o placar fosse mais elástico, além do goleiro, a trave também salvou os visitantes depois do chute de Montiel.

A defesa do Azul y Oro ficou muito desorganizada, e então o segundo gol do River passou a ser só uma questão de tempo. Aos 70′ Fernández se movimentou muito bem e recebeu de Suárez para balançar as redes e deixar o lacar em 2×0 para os donos da casa.

Já perto do final da partida, depois dos 49′ o VAR foi acionado mais uma vez. O árbitro revisou a entrada de Capaldo em Enzo Pérez e mudou a cor do cartão de amarelo para vermelho.

O Boca Juniors deixou a partida com 10 jogadores e com Capaldo suspenso para jogo da volta. O River deixou o campo com um resultado muito positivo e mais perto do bicampeonato.

Na próxima terça-feira os times voltarão a se enfrentar, dessa vez na Bombonera. O Boca precisa de uma vitória por três gols de diferença para enfrentar o vencedor de Grêmio e Flamengo. Já o River precisa de uma vitória por qualquer placar, empate ou derrota por até um gol para seguir na competição.

Confira as estatísticas da partida:

Já escalou seu time para as próximas partidas? Não fique de fora! Acesse o Sport Manager 365 e faça sua escalação.