Com os confrontos definidos para as semifinais, a Copa América está chegando no seu fim. Já tem seu favorito? Então confira como foram os jogos.

Brasil x Paraguai

O jogo entre Brasil e Paraguai terminou em 0x0 no tempo regulamentar, permaneceu no empate durante a prorrogação e foi decidido nos pênaltis. Quem levou a melhor foi o Brasil que agora tem como adversário o maior rival do futebol.

A seleção anfitriã dominou a partida e deixou o Paraguai sem espaços. Os visitantes tiveram uma boa chance no primeiro tempo com Derlis González, mas o goleiro Alisson fez uma boa defesa e impediu que os paraguaios saíssem na frente no placar.

No segundo tempo a Seleção Brasileira voltou melhor e mais bem organizada, pressionando o Paraguai. Fabián Balbuena derrubou Firmino na entrada da área, o que deu uma pequena impressão de pênalti.

Depois da consulta ao VAR, o juiz entendeu que o lance foi de fora da área e marcou falta, porém o camisa 4 Paraguaio foi expulso. Com um jogador a menos, o Paraguai voltou todos os seus esforços para a defesa e se fechou ainda mais.

A brilhante atuação do goleiro paraguaio Gatito Fernández impediu que o jogo chegasse ao seu fim antes. Após uma sequência de erros, má sorte e boas defesas, a partida foi ser decidida nos pênaltis.

Já na primeira cobrança a torcida se animou, Alisson salvou o chute de Gustavo Gómez, em seguida Willian, Miguel Almirón, Marquinhos, Bruno Valdez, Phillipe Coutinho e Rodrigo Rojas acertaram.

Roberto Firmino cgutou longe para o desespero da torcida brasileira, porém na sequência Derlis González errou, deixando o Brasil novamente na frente. Gabriel Jesus marcou para decidir e trouxe a vitória pra o Brasil.

Venezuela x Argentina

No jogo entre Venezuela e Argentina, os hermanos levaram a melhor e bateram a Vinotinto por 2×0 e conseguiram a classificação para a próxima fase.

Logo no início, aos 10′, Lautaro Martínez já deixou sua marca e abriu o placar para a Albiceleste. Com uma atuação discreta Messi, o protagonismo ficou para o autor do primeiro gol.

No Segundo tempo a Venezuela voltou melhor e teve o controle do jogo. Com a entrada de Soteldo a equipe teve mais criatividade e oportunidades, mas a ausência de bons finalizadores pesou muito e depois de uma falha de Fariñez, a Argentina teve a oportunidade de matar a partida.

A Venezuela ainda teve uma chance com Hernández, que ficou cara a cara com o goleiro Franco Armani, mas chutou em cima do goleiro argentino que defendeu facilmente.

Apesar de uma atuação medíocre, os argentinos conseguiram administrar o jogo e sair com a classificação no final.

Colômbia x Chile

Quem levou a melhor no confronto entre Colômbia e Chile foi a la Roja, que depois do empate no tempo regulamentar e na prorrogação foi aos pênaltis, e com 5 cobranças perfeitas conseguiu a classificação para as semifinais.

A roja conseguiu marcar duas vezes, mas ambos os gols foram anulados pelo VAR, o primeiro por impedimento, o segundo por um toque de mão. Foram no total 16 finalizações, 6 para a Colômbia e 10 para o Chile.

Vidal, Alexis Shánchez e Aránguiz fizeram uma ótima partida e foram muito participativos, mas não foi o suficiente para vencer no empo regular.

As cobranças de pênaltis foram seguras e forte, com os jogadores chilenos apostando em bolas mais altas e os colombianos em bolas no canto. Todas as cobranças foram convertidas, exceto a de Willian Tesillo, que chutou para fora e acabou dando a vitória ao Chile, que carimbou o passaporte para a próxima fase.

Uruguai x Peru

O Peru está classificado para as semifinais, em uma vitória inesperada o Peru bateu a Celeste e conseguiu sua vaga para a próxima fase.

Com um esquema fortemente defensivo, Gareca montou sua equipe para resistir as investidas uruguaias nos 90 minutos. O Uruguai ainda conseguiu chegar em muitas oportunidades e mais especificamente em três delas conseguiu alcançar o gol.

Apesar da três vezes que a bola foi parar no fundo da rede, a Celeste não teve nenhum gol anotado no placar. Depois de uma consulta ao VAR, o arbítrio da partida anulou os três gols.

Com o empate a partida foi ser decidida nas cobranças de pênaltis e, logo na primeira cobrança, o maior artilheiro da seleção uruguaia e astro do time bateu mal e o goleiro Pedro Gallese defendeu.

A seleção peruana converteu todas as penalidades e conseguiu garantir sua classificação na primeira sequência, agora tem como adversário o Chile, que também busca uma vaga na final.

E aí? Quem você acha que chega a grande final? Não esqueça de escalar seu time!