A Copa América se encaminha para o seu final. Com o fim da fase de grupos, teremos mais três rodadas antes de descobrir a Seleção campeã da América.

2ª Rodada

Os jogos pela segunda rodada da Copa América tiveram muitos empates e resultados magros, que surpreenderam os torcedores.

O primeiro jogo foi entre Bolívia e Peru e terminou em 3×1 para o Peru, com gols de Marcelo Moreno, Paolo Guerrero, Jefferson Farfán e Edison Flores, que fechou nos acréscimos.

Com um primeiro tempo amarrado, o Peru conseguiu desenvolver melhor no segundo etapa e virou o jogo, que teve seu placar aberto aos 28′ em uma penalidade convertida de Marcelo Moreno. A Bolívia não aguentou o Peru e foi eliminada da Copa América ainda na fase de grupos.

O jogo entre Brasil e Venezuela teve um resultado surpreendente. A Seleção canarinho, jogando em casa e sendo considerada a favorita empatou com a Venezuela em 0x0.

No primeiro tempo o Brasil apresentou mais volume de jogo e posse bola, mas sem criação a seleção não conseguiu aproveitar o domínio da partida para converter.

A partida ainda teve dois gols anulados pelo VAR e, apesar do favoritismo e do volume de jogo, a seleção brasileira saiu ao som de vaias da torcida, que esperava uma goleada.

O jogo entre Qatar e Colômbia foi emocionante. A seleção qatariana deu trabalho para a favorita e conseguiu resistir bem, porém não nos minutos finais tomou um gol.

O Qatar não desistiu e chegou com perigo com Abdelkarin Hassan nos acréscimos, mas a equipe sul-americana conseguiu esfriar o jogo e ganhar pela diferença mínima.

Argentina e Paraguai reviveram um dos grandes clássicos do futebol sul-americano. No início a Argentina foi muito intensa, mas sem muita organização, que resultava em um bom desempenho da defesa paraguaia.

Sánchez abriu o placar aos 37′, o que fez com que a Argentina, mesmo desorganizada tentasse buscar o gol. Apostando nas jogadas individuais, a Argentina conseguiu marcar aos 57′ em um pênalti devido ao toque de mão de Piris.

O Paraguai até teve a chance de fazer os 2×1 depois de ter um pênalti marcado, mas com muita segurança para salvar o time, Franco Armani fez uma boa defesa.

Uruguai e Japão se enfrentaram em um jogo pra lá de emocionante, com muitas chances de gol desde os primeiros minutos de jogo. O favoritismo do Uruguai não impediu que os samurais azuis abrissem o placar aos 25′. Sete minutos depois a celeste empatou em uma cobrança de pênalti

O segundo tempo também foi tão pegado quanto o primeiro, com várias chances aparecendo para os dois lados. O Japão voltou a estar na frente no placar aos 59′, mas não durou muito tempo, aos 66′ Lodeiro mandou para dentro depois da cobrança de escanteio e confirmou o empate em 2×2.

Em um jogo muito duro e nervoso o Chile conseguiu a vitória sobre o Equador por 2×1. Aos 8′ Fuenzalida aproveitou o rebote e marcou o primeiro.

Mesmo sem muitas chances de ataque, o Equador conseguiu empatar aos 26′ em um pênalti sofrido por Méndez. Enner Valencia cobrou forte e empatou.

Aos 51′ Aránguiz mandou para Sánchez livre na área que finalizou e e colocou o Chile na frente de novo. O jogo teve muitas faltas e poucas finalizações, dando um resultado positivo para a equipe chilena.

3ª rodada

A Argentina chegou pressionada para o último jogo da fase de grupos e precisava vencer o Qatar para se garantir nas quartas. Aos 3′, os hermanos acharam um gol e seguiram dominando o jogo na tentativa de ampliar a vitória.

Como jogaram buscando o ataque o tempo todo, os argentinos deram espaço para o Qatar em alguns momentos, mas os asiáticos não conseguiram converter nenhum das tentativas de gol. Placar final: 2×0 para os albicelestes.

A Colombia entrou em campo contra o Paraguai com o time reserva, já que os 6 pontos conquistados foram suficientes para garantir a classificação. Nitidamente superior em todo o jogo, a Colômbia manteve o 100% de aproveitamento nessa fase de grupos e bateu o Paraguai por 1×0.

O tento foi anotado por Cuellar, meia do Flamengo que chutou, quase sem ângulo, entre as pernas de Gatito Fernandez depois de receber passe dentro da área e enfrentar uma marcação que lhe deu espaço.

A Venezuela enfrentou a Bolívia, que já vinha de duas derrotas na copa América. Sem encontrar muita resistência, a seleção venezuelana conseguiu sair de campo com a vitória por 3×1 e ultrapassou o Peru na briga pela segunda posição do Grupo A.

Com o resultado, a seleção Vinotinto terá de enfrentar a Argentina nas quartas de final e não será um jogo fácil para nenhum dos lados.

Já o Brasil sobrou em campo na partida contra o Peru. Desde o início da partida, a seleção canarinho dominou os peruanos e foi superior em todos os scouts relevantes.

Ao fim do primeiro tempo, já constava 3×0 para os brazucas no marcador e no segundo tempo ainda tivemos mais duas bolas na rede. Com certeza, depois dessa vitória, o Brasil vem para as quartas com a moral lá em cima.

Hoje à noite, às 20h, ainda teremos mais dois jogos da terceira rodada que encerram a fase de grupos: Chile x Uruguai e Equador x Japão.

Quem você acha que leva a melhor nesses duelos? Comenta aqui e mostra que você é autoridade!