Ontem, no estádio Bezerrão, o Brasil derrotou o México por 2×1 e conquistou seu quarto título do mundial sub-17.

Dispensa legendas, né?

O Brasil chegou à final do mundial com uma campanha bastante interessante: 100% de aproveitamento na fase de grupos, além de ter vencido todos os jogos do mata-mata ainda no tempo normal. Até a semifinal, foram 17 gols marcados e apenas 5 sofridos.

Mas no mata-mata, teve emoção de sobra! Nas oitavas contra o Chile, teve gol anulado pelo VAR e duas 2 viradas no placar. Nas quartas, o embate diante da Itália terminou em 2×0 para nós e sem grandes sustos.

Na semi, enfrentamos a França e o jogo foi um verdadeiro teste para cardiáco: depois de fechar a primeira etapa perdendo por 2×0 e com um pênalti mal anulado, os garotos marcaram o gol da virada aos 89 minutos de jogo.

O adversário

O México estreou com um empate diante do Paraguai. Na segunda partida, foi derrotado pela a Itália e venceu as Ilhas Salomão por 8×0.

No mata-mata, bateu o Japão por 2×0, a Coreia do Sul pelo placar mínimo e venceu a Holanda nos pênaltis por 4×3, depois do empate em 1×1 no tempo regulamentar.

Apesar da campanha inferior, o México tinha a seu favor o retrospecto em finais, já que nunca havia perdido para o Brasil. Foram 5 oportunidades em diferentes competições e em todas elas os mexicanos haviam vencido.

A final

O Brasil começou com mais volume de jogo. As investidas mais perigosas eram nossas, mas faltava pontaria para converter. No primeiro tempo, foram pelo menos 6 chances claras desperdiçadas pelo ataque canarinho.

No segundo tempo, veio o castigo: depois de não aproveitar outras 3 oportunidades, o Brasil viu o México abrir o marcador com González numa cabeçada de cima para baixo.

Aos 83′, um ataque promissor do Brasil, que teve até bola no travessão, resultou em pênalti. Depois que a bola saiu, o VAR recomendou a revisão do lance pelo árbitro de campo e a penalidade foi marcada. Kaio Jorge bateu e fez. 1×1.

A redenção veio aos 92′. Isso mesmo: aos 92 minutos! Já nos acréscimos, Lázaro recebeu cruzamento de Yan e bateu de primeira da entrada da pequena área. 2×1.

A torcida havia pedido por Lázaro em campo e ele não decepcionou. Brasil campeão do mundial sub-17 e festa no Bezerrão!

Você quer se manter atualizado com o melhor contéudo sobre futebol? Fique ligado no nosso blog e nas nossas redes sociais.

Ah, e não deixe de escalar seu time nos nossos torneios para concorrer aos prêmios em dinheiro!