O Grupo B da Copa América é formado por Argentina, Colômbia, Paraguai e Qatar. Confira o esquema de jogo e estratégia tática de cada Seleção!

Colômbia

A Seleção Colombiana entra em campo com o 4-2-3-1 com a aposta nas triangulações e muita velocidade, explorando bem as alas.

Na defesa o time se fecha bem, buscando aproximar as linhas e não deixar o passe chegar no adversário nas entrelinhas. No meio campo, o diferencial e a criação fica com James Rodríguez.

No ataque Falcao Garcia explora bem lançamentos em profundidade, mas em um jogo mais ofensivo pode necessitar de ajuda.

Zapata e Luis Muriel podem ser auxiliares, Luis nas alas ou de segundo atacante e Zapata responsável pela agilidade no passe vertical. Dessa forma o esquema pode mudar de 4-2-3-1 para 4-2-2-2.

Paraguai

Com uma mudança no estilo de jogo, o Paraguai, conhecido pelo jogo defensivo, agora tem um viés um pouco mais ofensivo. Utilizando o esquema 4-3-3.

O atual técnico Eduardo Berizzo assumiu o comando da equipe há pouco tempo e tem buscado trazer uma identidade de jogo para a seleção Paraguaia, utilizando de um jogo de muita mobilidade, dessa forma o esquema tático pode oscilar de acordo com a partida.

Em palavras do técnico:. “Eu não gosto de equipes rígidas e previsíveis, mas tenho movimento e quando predemos a bola vamos para as posições que nossos rivais estão nos levando. Às vezes o 4-3-3 é transformado em outro desenho, mas gosto de jogar com uma linha de quatro recebendo ajuda das pontas e de um centro de ataque”.

Qatar

A equipe qatariana conta com 11 jogadores com menos de 23 anos e possui variações de de formações, oscilando entre o 4-3-3 e o 4-2-3-1. A Seleção valoriza a posse de bola e busca construir um jogo com apoios nas laterais e no centro e trabalhar na aproximação.

A transição defensiva é eficiente e veloz, no ataque os laterais são muito buscados para suporte. É um time que se entende bem e possui harmonia para jogar.

Argentina

A equipe argentina chega na Copa América tendo como modelo de jogo o 4-4-2, tendo Paredes e Lo Celso mais lateralizados na faixa central e Messi e Rodríguez atuando por dentro.

A equipe joga um 4-4-2 muito ofensivo, com 3 centroavantes e 1 volante. Mesmo com um jogo ofensivo Scalone aposta na velocidade e no contragolpe, deixando a criação para o meio nos pés de Lionel Messi.

Em jogos de com menos espaços, quando é necessário uma marcação maior, a formação pode mudar ligeiramente para 4-3-2-1. Paredes e Lo Celso voltam para fazer a trinca com com Rodríguez, Di María se une ao meio campo com Messi e Agüero fica na frente.

Agora que você já sabe dos esquemas táticos das Seleções aproveite e escale seu time! Não se esqueça da promoção para a Copa América, deposite e ganhe 100% de bônus!