Inspirados por Juninho, do Fortaleza, que marcou um gol contra do meio do campo no confronto diante do Atlético-MG, fizemos uma coletânea dos gols contra mais plásticos que já rolaram envolvendo algum time brasileiro. Confira a obra-prima de Juninho no gramado do Independência, em Belo Horizonte:

10. Michel Alves (Criciúma)

Em 2012, o Criciúma enfrentou o América no estádio Heriberto Hulse. Em jogada pela direita, o atacante Fábio Júnior recebeu cruzamento e finalizou fraquinho para o gol. O goleiro Michel Alves caiu para fazer a defesa e encaixou a bola, mas na hora de se levantar para sair jogando fez uma lambança e a bola foi parar no fundo do gol.

9. Erazo (Grêmio)

O Coxa recebeu o tricolor gaúcho no Couto Pereira e vencia a partida por 1×0 quando Marcelo Grohe espalmou um chute da entrada da área. Na sequência, Matias Rodrigues apareceu para afastar o perigo, mas acabou acertando seu companheiro de time, Erazo. Depois do desvio, a bola encobriu o goleiro e morreu no fundo das redes.

8. Jeferson Balinha (ABC)

O BOA Esporte recebeu o ABC (RN) em seus domínios em duelo válido pela Série B do Brasileirão de 2015. Aos 44′, Jeferson Balinha chutou contra a própria meta e marcou um gol que muitos atacantes por aí costumam perder.

7. Julio Cesar (Flamengo)

O Flamengo vencia o Bahia por 1×0 depois de um gol de pênalti e Júlio César vinha fazendo boas defesas no jogo. Até que o goleirão foi fazer uma ligação direta, acabou acertando a cabeça de Fabinho e o Bahia ganhou um gol de brinde.


6. Geferson (Internacional)

Em 2015, o Inter enfrentava o Tigres fora de casa pela semifinal da Libertadores. Em lançamento dos mexicanos, o lateral esquerdo Geferson estava na cobertura e foi dominar a bola para cortar a jogada de ataque. Só que ele cometeu o grave erro de dominar com o lado externo do pé e acabou surpreendendo o goleiro da própria equipe:

5. Rogério Ceni (São Paulo)

Em agosto de 2012, o São Paulo foi à Arena dos Aflitos para enfrentar o Náutico e voltou para casa com um amargo 3×0 na bagagem. Para Rogério Ceni, foi um pouco pior, já que o goleiro cometeu um erro bobo num escanteio e socou a bola para dentro da próprio meta.

4. Julio Cesar (Flamengo)

O Avaí, enfrentou o BOA Esporte na Ressacada e vencia a partida por 1×0 até que o gol que definiu a partida saiu aos 43′ do segundo tempo. Em contra ataque rápido da equipe da casa, o goleiro do BOA falhou em cortar um cruzamento e os catarinenses finalizaram para o gol. A zaga tentou afastar, mas a bola acertou a cabeça do goleiro Joao Carlos e foi para o gol.

3. Izaldo (Náutico)

No clássico pernambucano válido pelo estadual de 2014, o Náutico e Santa Cruz se enfrentaram na Arena Pernambuco. Em jogada pela esquerda, a bola foi cruzada na área do alvirrubro e Izaldo, na primeira oportunidade, tentou afastar e acertou o travessão. Na segunda, o defensor, no ímpeto de marcar um gol contra (risos), conseguiu alcançar seu objetivo e escorou de cabeça contra o próprio patrimônio.

2. Junior Baiano (Flamengo)

O zagueirão Junior Baiano, conhecido por suas entradas carinhosas nos adversários, mostrou muita classe estilo para marcar esse golaço. O back foi recuar para o goleiro e calculou mal a força do passe: acabou marcando um golaço por cobertura.

1. Emerson (Botafogo)

A zaga do Botafogo jogou fora o trabalho do goleiro Jefferson no lance. Depois de brilhante defesa em uma cabeçada difícil, Emerson e Giaretta se embolaram e acabaram guardando a bola na própria meta:

Tem algum gol contra que você acha que merecia estar na lista? Deixe aí nos comentários!

Veja mais conteúdos interessantes no nosso blog e escale seu time no nosso fantasy game!